Com a rotina “cheia” e cansativa, estamos cada vez mais propensos ao estresse, considerado por muitos, o mal do século. Por isso, é extremamente importante falar sobre esse assunto e buscar soluções para diminuir o impacto do estresse do nosso dia-a-dia.

 

            O QUE É?

Como o próprio nome diz, o estresse ocupacional se resume em tensão causada, em sua maioria, pelo trabalho ou ação cotidiana e, quando falamos em esgotamento profissional, estamos falando também de Síndrome de Burnout, a qual, segundo a Associação Nacional de Medicina do Trabalho, é um fenômeno em expansão na atualidade.

Vários fatores interferem no estresse, como por exemplo, alimentação, qualidade de vida, prática de exercícios físicos, entre outros, sendo assim, todos esses aspectos devem ser considerados quando o objetivo é minimizar os fatores influentes.

 

COMO PREVENIR?

A melhor forma de lidar com o estresse ocupacional, é preveni-lo. Para isso, tanto a empresa quanto o colaborador precisam pensar em ações que auxiliem nesse processo, como por exemplo, por parte da empresa, deixar claro os objetivos da organização, alinhar as expectativas com o trabalho realizado e manter a equipe motivada. Já por parte do profissional, é interessante praticar exercícios de relaxamento, separar vida profissional da pessoal, se alimentar corretamente e reservar um tempo para cuidar da saúde.

 

 

Texto adaptado por Bruna Martins

Fonte: rbmt.org.br

equilibrahc.com.br

 

« Voltar